Exposições coletivas

Collective shows

2016

 

FOTO CINE CLUBE BANDEIRANTE: DO ARQUIVO À REDE

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP

 

PARALELAS E DIAGONAIS

SP-Arte/Foto

MODERNA PARA SEMPRE: FOTOGRAFIA MODERNISTA BRASILEIRA NA COLEÇÃO ITAÚ CULTURAL

Paço Imperial - Rio de Janeiro

Mario Fiori

(1908-1985)

Mario Fiori nasceu em São Paulo, em 15 de Agosto de 1908, filho de imigrantes italianos, oriundos das cidades de Mantova e Modena. Era o quarto de oito irmãos.

 

Desde muito jovem esteve ligado ao mundo das artes, sendo principalmente um grande admirador das grandes óperas.

 

Exerceu o ofício de alfaiate, que aprendera com seu pai, Alfredo Fiori, até a Revolução de 1930, quando se tornou enfermeiro para auxiliar a assitência médica-social da época. Paralelamente, era comerciante e possuia uma loja de produtos e materiais artísticos, que administrava junto com sua esposa Irene Idoeta Fiori.

 

Mario e Irene se casaram em 1928. Um dos irmãos de Irene, Hélio Idoeta, tinha como sogro José Yalenti, um dos fundadores e principais nomes do Fotocine Clube Bandeirante.

 

Em 23 de Setembro de 1948, Mario Fiori tornou-se sócio do Foto Cine Clube Bandeirante e teve uma intensa produção até a década de 60. Foi contemporâneo de importantes nomes como Eduardo Salvatore, Marcel Giró, Gertrudes Altschul, German Lorca, entre outros. 

 

Muitas de suas fotografias percorreram salões e concursos ao redor do mundo: Hong Kong, Estocolmo, Baurdeaux, Havana e tantos outros lugares. Hoje algumas de suas fotografias fazem parte do acervo do MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand e Itaú Cultural.